Importância de um bom diagnóstico

O diagnóstico é o primeiro passo da jornada do planejamento estratégico. É a partir do profundo entendimento de quem são as pessoas 60+, quais são suas necessidades, dores e desejos e quais são as condições atuais oferecidas que devemos priorizar as ações a serem implementadas.

Dessa forma, um bom diagnóstico organiza o conhecimento e deve reunir as seguintes informações:

1- Aprofundar o entendimento das pessoas 60+, conhecendo as suas condições socioeconômicas e conhecendo as suas necessidades, incômodos e desejos;

2- Conhecer as políticas públicas, programas, projetos e equipamentos públicos orientados a esta população;

3- Analisar indicadores que permitam uma análise estatística das contexto da situação atual da população idosa.

O diagnóstico será compartilhado com os membros do GT na etapa de imersão, trazendo elementos estatísticos que permitam uma decisão menos baseada em experiências pessoais.

O diagnóstico permitirá ao grupo refletir sobre:

  1. 1-  Iniciativas que são positivas e devem ser estimuladas.

  2. 2-  Ações que são negativas e devem ser interrompidas.

  3. 3-  Iniciativas que devem ser criadas para preencher os vácuos de

necessidades e desejos da população.

REALIZAÇÃO    

APOIO